O mercado de moedas Forex (em sigla inglesa Forex, as vezes FX, de inglês FOReign EXchange, câmbio de moedas estrangeiras) é o mercado financeiro internacional (interbancário) em que efetuam-se operações de câmbio de uma moeda para outra. Sendo um mercado mundial (internacional), este funciona 24 horas por dia (de 2ª a 6ª-feira) e assim, destaca-se vantajosamente de outras praças bolseiras (nacionais) nos quais os negócios percorrem somente durante horário laboral. Além disso, o mercado Forex é um líder entre os mercados financeiros por volume acumulado de negócios realizados diariamente. Atualmente, a circulação diária de capital excede 4 milhões de milhões de dólares e para o ano 2020 prevê-se um crescimento desta até 10 milhões de milhões de dólares.

Um volume tão colossal (volume diário do mercado Forex excede aproximadamente duas vezes o orçamento público anual dos EUA e quatro vezes o orçamento público anual do Reino Unido) é melhor garantia de altíssima liquidez deste mesmo. A liquidez significa uma possibilidade de cambiar sem restrições praticamente qualquer volume duma moeda para outra.

No mercado Forex operam muitos participantes profissionais (bancos, fundos, corporações transnacionais, corretoras de bolsa, etc.). As corretoras de bolsa, sendo intermediários entre o mercado de moedas e traders individuais (particulares), permitem aos investidores com as capacidades financeiras diferentes realizar operações no mercado Forex e ganhar os meios notáveis, graça a grande alavancagem.

Nós não colocamos ante de si uma tarefa de investigação cuidadosa de história de mercados financeiros, no entanto, em nosso breve curso destacamos algumas referências mais significativas do desenvolvimento do mercado de moedas.

O mercado de moedas tem uma história riquíssima enraizada em Oriente Antigo. Nos séculos medievais, junto com o aparecimento de bancos internacionais, surge a necessidade de implementar em circulação de capitais os meios de pagamentos válidos ao apresentar aos terceiros. Neste período, podemos destacar um aumento de número de negócios e sua diversidade e flexibilidade. As formas mais ou menos modernas foram adaptadas pelo mercado aos fins de século XIX. Em ano 1867, no Paris, surgiu o seu registo na qualidade de estrutura jurídica. Naqueles tempos, as flutuações de cotações das moedas não existiram praticamente, porque as moedas foram rigorosamente vinculadas com o ouro. Este período está nomeado a "época do padrão de ouro".

A etapa importantíssima seguinte foi a celebração em ano 1944 de uns Acordos na Bretton Woods (EUA), o Sistema de Bretton Woods, conforme aos quais, todas as moedas mundiais foram vinculadas com o dólar dos EUA e este último com o ouro. Foi organizado o Fundo Monetário Internacional (FMI). As possibilidade de flutuação de cotações foram rigorosamente regulamentadas dentro de limites de 1%.

Em ano 1971, os EUA desistiram de conversão livre do dólar para ouro e como resultado dum Acordo alcançado na Washingtone (EUA), Acordo Smithsoniano, se tornarão possíveis as flutuações até 4.5% em relação ao dólar e até 9% em pares sem o dólar. Faticamente, isto acabou com o Acordo de Bretton Woods.

Em ano 1976 o FMI propôsa realizar juridicamente as relações estabelecidas de fato naquela altura em forma dum novo Acordo entre os participantes do mercado de moedas que foi assinado na Kingston (Jamaica) pelos líderes de 20 países com maiores economias do mundo, excluindo os países do bloco comunista. Em resultado deste Acordo de Jamaica o dólar estadunidense tornou-se moeda de reserva mundial, desempenhando as funções dum meio de pagamento versátil e de avaliação de moedas de outros países. Também, este Acordo permitiu oficialmente a possibilidade de livre flutuação de cotações, embora alguns países ignoraram ainda antes as restrições estabelecidas em ano 1971 sobre flutuação de cotações das moedas.

Talvez, mesmo este momento poderá ser considerado como um nascimento de mercado Forex naquela forma, em que este existe atualmente. Com os tempos e desenvolvimento de tecnologias de telecomunicações, os negócios realizados diretamente nas salas de Bolsas foram substituidas por negócios telefónicos e posteriormente, por sistemas elet`ónicos de negócio. Hoje em dia, os negócios (trading) são realizados, em geral, mediante rede Internet.

 

Anterior Seguinte
Follow us in social networks!
Chat "ao vivo"
Deixar comentário