A dinâmica actual

A moeda britânica começa novamente atrair o interesse dos investidores, após de queda em agosto. Como principal catalisador de último descenso do par atuou o crescimento da cotação da moeda estadunidense, graça a segundo plano fundamental favorável, bem como os dados negativos sobre principais setores da economia do Reino Unido e falta de vontade do Banco da Inglaterra endurecer a política monetária em próxima perspetiva.

Por outro lado, vale a pena prestar atenção às propostas mais frequentes dos representantes do regulador britânico para aumentar a taxa de referência. Provavelmente, os investidores estão esperando mesmo estes passos de Banco Central do Reino Unido. No fim de agosto, o par encostou a principal nível de apoio e limite inferior da faixa ascendente de longo prazo, após de que ficou novamente procurada pelos investidores e dirigiu-se para cima. É preciso destacar que no início deste mês, o dólar baixou novamente, devido aos dados negativos sobre o mercado de emprego dos EUA.

Hoje, apesar de foram publicados os dados fracos sobre o índice PMI em setor dos serviços da Grã-Bretanha, a libra esterlina continua fortalecendo.

Os níveis de apoio e de resistência

Em perspetiva de médio prazo, como principal catalisador do crescimento do par poderão atuar as esperanças dos investidores em relação de aumento da taxa de referência pelo Banco da Inglaterra, devido à aceleração de ritmos do crescimento económico do país. O dólar fica numa posição desvantajosa, apesar de SRF dos EUA decidiu adiar sucessivo endurecimento da política monetária e aumento da taxa de referência, mesmo o segundo plano fundamental não é capaz de apoiar à moeda estadunidense. Em perspetiva de médio prazo, se estima o crescimento do interesse dos investidores em moeda britânica e o par poderá a subir aos níveis 1.3100, 1.3125. Os dados favoráveis sobre a produção industrial e particularmente, em indústria transformadora apenas reforçarão a dinâmica ascendente. Tecnicamente, o par mantém-se em faixa ascendente de longo prazo, mas é pouco provável que a dinâmica será tão notável que atualizará os máximos em perspetiva de médio prazo. Supomos que vai formando uma onda ascendente suave com as correções descendentes longas.

Os níveis de apoio são: 1.2930, 1.2835, 1.2805, 1.2775, 1.2755, 1.2700, 1.2590.

Os níveis de resistência são: 1.3000, 1.3125, 1.3200, 1.3270, 1.3350, 1.3410.

Os cenários de trading

Nesta situação, é melhor abrir as posições longas desde nível atual com os objetivos em 1.3125, 1.3200 e Stop Loss em 1.2830.

Great Britan vs US Dollar

CompraVendaSpread
1.294171.2939522

Cenário

Um períodoSemanal
SugestõesBUY
Ponto de entrada1.2979
Take Profit1.3125, 1.3200
Stop Loss1.2830
Níveis de suporte1.2590, 1.2700, 1.2755, 1.2775, 1.2805, 1.2835, 1.2930, 1.3000, 1.3125, 1.3200, 1.3270, 1.3350, 1.3410
GBP/USD: demanda de libra esterlina está crescendo

Os materiais a publicar nesta página, são fornecidos pela companhia Claws&Horns em conjunto com a companhia LiteForex exclusivamente com os fins informativos e não poderão ser considerados com um conselho sobre investimentos, nem como uma consulta para objetivos de Diretiva 2004/39/UE. Além disso, os materiais presentes não foram elaborados em conformidade com os requerimentos legais, destinados para facilitar a independência de pesquisas de investimentos e não estão sujeitos a qualquer restrição para sucessiva divulgação destas pesquisas.

Iniciar trading
Em redes sociais
Chat "ao vivo"
Deixar comentário