Continuamos a estudar a estratégia SK-FX. Neste artigo falaremos sobre as tendências longas e curtas, sinais nos gráficos de tempo (time-frame) superiores e sinais de fase

Hoje, estudaremos o conceito de tendências longas e curtas. Analisamos os sinais nos gráficos de tempo (time-frame) superiores e sinais de fase

Caros amigos,

Continuo o artigo didático sobre a estratégia SK-FX.

Sergei Sergeyevich Kucher, o autor desta estratégia, nos seus materiais sublinha sempre com linha vermelha a importância de avaliação correta este sinal como a divergência (convergência). Mesmo graça à propriedade adiantada deste sinal em combinação com o uso da relação lógica de diferentes períodos, permitem a esta estratégia chamar-se estratégia de exatidão alta.

Infelizmente, o sinal de divergência não contém nenhuma informação nem sobre a duração nem sobre a profundidade do movimento de preço, após de execução deste sinal. Para calcular isto, também são necessários os indicadores de tendência, tais como as linhas médias deslizantes. Também, a profundidade do movimento de preço, após de sinal determina qualquer sinal contrário na direção oposta, que usa a estratégia SK-FX.

SK-FX é estratégia de exatidão alta (parte 3)

Como é visto no gráfico acima, no gráfico de 4 horas, foi formado um sinal de divergência que levou à correção do preço e recuperação do equilíbrio do mercado.

A barra na qual ocorreu o cruzamento de linha média curta e longa, ou seja, o ponto onde o mercado põe em equilíbrio pode ser considerado como primeiro sinal para a afixação de lucros.

O segundo sinal que determina a profundidade de ação desta divergência é o sinal MACD inverso para uma compra na zona de cruzamento de suas linhas médias deslizantes (destacado com círculo vermelho):

SK-FX é estratégia de exatidão alta (parte 3)

Mais um sinal sobre a terminação de ação do sinal de divergência (convergência) é o aparecimento de uma divergência (convergência) na direção oposta.

No gráfico acima, vemos que, no âmbito da correção após de divergência de “ursos”, formou-se a convergência para a reversão. Este sinal reduz significativamente a influência de divergência anterior e, portanto, mostra a necessidade de revisão das posições.

Ao mesmo tempo, não pode esquecer a confirmação de sinais nos TFs superiores.

As plataformas analíticas modernas de análise técnica permitem ajustar praticamente qualquer TF, você pode experimentar com esta função no futuro. Agora, nos limites de artigo didático, eu não irei a “inventar a bicicleta” e uso a mesma ordem de TF que oferece o autor.

Para usar a estratégia SK-FX, Sergey Sergeyevich oferece utilizar a ordem seguinte de períodos (em ordem do mais inferior até mais superior):

M1 – M5 – M30 – H1 – H4 – H12 – D1 – W1 – M1

onde TF de 1 minuto é necessário para determinar a entrada exata em posição e mensal para determinar o desequilíbrio geral no mercado e o principal vetor de movimento.

Consequentemente, todos os TFs intermediários são necessários para confirmar ou refutar os sinais do TF inferior que em conjunto forma uma única cadeia fechada de sinais consecutivos, permitindo tomar única decisão correta.

O nível de utilização do TF também depende com qual escala você opera:

  • para a tendência de longo prazo são adequados TFs de H4 até M1;
  • para a tendência de médio prazo são adequados de H1 até W1;
  • para a tendência de curto prazo são adequados de M30 até D1;;
  • para intradiário (intraday) são adequados de М15 até H4;
  • para escalpador são adequados de M1 até H1.

Esta seleção é claramente relativa, no entanto, sua essência está em que cada para si mesmo deverá determinar com os TFs que são mais adequados para o seu estilo de trading. Se isso não for feito, você irá a saltar de lado cada movimento brusco de preço, ou ao contrário, como gatinhos cegos, perderá completamente o ponto de referência. Tão seleção simplificará o uso da estratégia e permitirá eliminar os sinais falsos.

Determinando com o seus TFs, você deve lembrar que os sinais por gráfico podem ser lidos apenas com uma barra encerada. Trata-se de que os indicadores mostram a imagem da lista por estado “neste momento” e se dentro duma hora ocorre um movimento brusco, e após surge o retorno, o indicador mostrará primeiro um sinal e depois outro, e isto pode induzir a erro o trader principiante.

Depois de ter determinado com o seu intervalo de atividade, você precisa definir a tendência longa e curta (usando a terminologia do autor):

  • A tendência longa é o principal vetor da direção do preço para o TF superior.
  • Uma tendência curta são os orientadores das emissões de preços. Estas tendências têm o carácter de curto prazo, temporário, daqui mesmo o nome correspondente.

Para determinar a direção da tendência principal, é suficiente traçar um gráfico no TF de ordem superior do seu intervalo de atividade.

Admitimos que você o trader de posição (curto prazo) como eu, neste caso, para você o TF superior será o gráfico de 1 dia.

SK-FX é estratégia de exatidão alta (parte 3)

Aqui, para determinar a tendência longa, usamos o indicador OsMA (9, 21, 5). Neste caso, as suas linhas deslizantes determinarão a direção da tendência longa.

Se a curta encontra-se acima de longa deslizante, como no gráfico acima (indicado com seta azul), a tendência longa é de “bois”. Para a tendência de “ursos”, a situação é de espelho, ou seja, inversa. Como você entende, operar contra uma tendência longa é um grande risco, especialmente em relação aos intradiários, cuja tendência longa poderá ser construída no gráfico de 4 horas.

O próximo passo é verificar esta lista na presença de divergências. No gráfico acima, são marcadas duas convergências, enquanto vemos que a convergência de “bois” (destaquei com linhas azuis) substituiu a convergência de “ursos” (destaquei com linhas vermelhas). Consequentemente, esta última tem a prioridade.

Para estar seguro da força deste sinal, verificamos o mesmo no TF superior, no nosso caso, isso é um gráfico semanal.

SK-FX é estratégia de exatidão alta (parte 3)

Vemos no gráfico acima que no gráfico semanal, a tendência longa é de “urso”. Isso significa que esta convergência tem forte potencialidade para a realização. Agora, para confirmar a mesma, precisamos obter a confirmação do sinal nos TFs inferiores:

No TF de 12 horas, vemos como foi formada a divergência de “ursos” (linhas vermelhas), após de que foi formada a de “bois”. Considerando que a divergência no TF superior é de “ursos”, entendemos que o crescimento do preço de último sinal de “bois” no gráfico de 12 horas é muito limitado. Portanto, para a confirmação final da divergência diária de “ursos”, precisamos da formação mais uma de “ursos” no gráfico de 12 horas.

Como entendemos, a divergência de “ursos” não pode ser formada sem o crescimento do preço, portanto, em perspetiva de curto prazo, podemos esperar o crescimento para a realização de sinal no TF superior.

Junto, toda esta combinação de divergências será chamada o sinal de fase. Em outras palavras, o sinal de fase é um forte sinal de reversão, combinando em si duas (raramente três) divergências de reversão e uma, na mesma direção, no TF inferior. Esta formação é típica para o mercado, após de emissão brusco e forte (no nosso caso, mesmo foi a emissão desde 12 de abril).

Infelizmente, o sinal de fase, como os mesmos sinais de divergências (convergências) não determinam a profundidade e comprimento do movimento de reversão, no entanto, esclarecem o processo de análise técnica e ajudam ao trader encontrar melhor posição para entrar no mercado.

Resumimos os resultados deste artigo didático:

  • É importante determinar “sua” tendência longa elaborar a estratégia de trading com a mesma.
  • Os sinais de reversão nos TFs superiores devem sempre ser confirmados pelos sinais de reversão correspondentes nos TFs inferiores.
  • Sem confirmação de reversão, ir contra a tendência longa é grande risco!
  • Verifique o sinal de reversão no TF superior.
  • Monitorize o aparecimento dum forte sinal de reversão e de fase:
    • é formado após de forte salto de impulso;
    • contém num TF várias divergências (convergências);
    • sempre é confirmado no TF superior.

Peço desculpa que não consegui cumprir o regulamento, contarei sobre os sinais de fantasma no seguinte artigo.

Também, falaremos sobre os canais adaptativos, aprenderemos colocar os objetivos com a estratégia SK-FX e tentaremos resumir tudo o que é dito acima, transformando todos os 4 artigos num algoritmo nítido e claro de ações para a atividade com a estratégia SK-FX.

Os artigos anteriores sobre a estratégia de trading SK-FX podem ser lidos aqui:

SK-FX é estratégia de exatidão alta (parte 1)

SK-FX é estratégia de exatidão alta (parte 2)

Sorte a todos e bons proveitos!

SK-FX é estratégia de exatidão alta (parte 3)

SK-FX é estratégia de exatidão alta (parte 3)

O conteúdo deste artigo é exclusivamente a opinião particular do autor e pode não está coincidir com a posição oficial da LiteForex. Os materiais a publicar nesta página, são fornecidos exclusivamente com os fins informativos e não poderão ser considerados com um conselho sobre investimentos, nem como uma consulta para objetivos de Diretiva 2004/39/UE.

Tem as perguntas para o autor? Você poderá a fazê-las nos comentários .
Iniciar trading
Em redes sociais
Chat "ao vivo"
Deixar comentário