Nos últimos tempos aparecem cada vez mais as manipulações e movimentos não orgânicos do mercado de criptomoedas. O quê você sabe sobre isto?

Vamos a analisar este tema um pouco mais profundo e conhecer o lado oculto do mercado digital.

 

Car@s amig@s,

Estou continuando o meu blogue didático e hoje, eu gostaria de falar sobre as manipulações no mercado de criptomoedas.

Como o mercado de criptomoedas não está regulado e não existem quaisquer órgãos para fiscalizar o mesmo, aqui é possível encontrar muita mais vezes os sinais de manipulações.

Por isso, é muito importante para todos os participantes do mercado novos distinguir o desenvolvimento natural da situação mercantil de intervenção direta com os fins de não ficar enganado por manipuladores.

Aqui, eu gostaria de acentuar mesmo a intervenção direta em trading e influência à análise técnica.

Provavelmente, nem todos pensavam sobre isto, mas a comunidade de manipuladores não é homogênea e cada um deles siga a seus objetivos:


 

1. Grandes possuidores.

Este tipo de participantes é mais inofensivo entre a família de “baleias”.

Como uma regra, isto são os “evangélicos de cripto”, ou seja, as pessoas que creem sagradamente em que as criptomoedas vão crescendo sempre.

Eles conseguiram comprá-las ainda nos tempos, quando o mercado foi recém-nascido e a preços baixíssimos. Agora, os possuidores vão guardando suas criptomoedas até último suspiro, mas mesmo eles poderão a desistir, se algum destes participantes vão “canalizando” e o mercado poderá ficar abalado seriamente.


 

2. Os minérios, pools de minérios e mesmo os sindicatos de pools.

Esta malta construiu os impérios inteiros com as criptomoedas, verdadeiras fábricas para produzi-las.

Eles não estão vocacionados para as ações especulativas e em geral, o seu interesse consiste em que o preço da criptomoeda continuava subindo e por isso, em caso duma cedência grande eles serão uns dos primeiros que não para de gastar o dinheiro para apoiar às cotações das criptomoedas. Esta classe de “baleias” muitas vezes coincide com o primeiro tipo.


 

3. Grandes traders. Cada um participante do mercado de criptomoedas, deseja ele ou não, está forçado para operar na bolsa. A maioria de pessoas não compreende todos os pormenores de negócio bolsista e prefere confiar os seus fundos a outros traders mais experientes e bem-sucedidos no mercado de criptomoedas.

Enfim, na praça aparecem grandes participantes ativos com os fundos sérios que são capazes num momento mover o mercado.

O objetivo dum grande trader é igual dos participantes minoritários, ou seja, ganhar especulando na bolsa.

Mas o problema deste traders consiste em que eles não podem seguir à tendência por razão de seus depósitos enormes e por isso, eles terão que comprar no mercado decrescente e vender no mercado crescente, em geral, isto faz enganar os jogadores “pequenos” e contribui sua quota ao movimento do ticker do instrumento de trading.


 

4. As bolsas de criptomoedas. Como o mercado de criptomoedas não é regulado de facto, as bolsas digitais têm as mãos desatadas.

Estas bolsas possuem enorme base de informações e monitoram todas as ordens, as Stop Loss e Take Profits dos seus clientes.

Naturalmente que existe uma grande tentação para corrigir algo a seu favor e empurrar o mercado mais um par de pontos para seu lado, recolhendo todas as Stop Loss dos traders desafortunados ou muito contrário, frenar o mercado no momento, quando o preço foi tão perto de nível de Take Profit.

Todos os participantes do trading terão que compreender claramente que como uma regra geral, mesmo a bolsa é principal criador de mercado. Quando ganha um trader ordinário, a bolsa perde e isto é inaceitável para a mesma.

Entre todos os participantes do trading, este representante de “baleias” é um dos mais perigosos, porque é impossível praticamente prever as manipulações similares e agarrar a mão do fuleiro.   

Claro que todo o acima dito não toca todas as bolsas de criptomoedas. No entanto, é necessário aperceber que grandes praças com muitos anos de experiência em operações, são muito mais fiáveis, considerando referido anteriormente.


 

5. Grandes investidores. Esta classe de “baleias” reúne os participantes do trading realmente muito grandes, tais como as corporações internacionais ou mesmo países.

Estes jogadores têm os recursos financeiro e administrativos praticamente ilimitados.

Apenas imagine que grandes fundos de investimentos, como Goldman Sachs ou Morgan Stanley desejarem a entrar no mercado de criptomoedas. Para estes não custa nada publicar num periódico mais prestigioso no planeta um artigo sobre a queda da economia de criptomoedas ou mesmo promover uma lei que poderá a dificultar as regras para os participantes do mercado minoritários.

A meu juízo, mesmo esta classe dos jogadores é um dos mais perigosos, porque eles são capazes afetar radicalmente a todos os participantes do mercado, incluindo os quatro acima referidos.

 

Agora, descrevendo todos os membros da família de “baleias” que “nadam” em mercado de criptomoedas, vamos a analisar como eles atuam:


1. Manter o nível.

Talvez, isto é uma das táticas mais divulgadas das “baleias”.

 

O sentido desta manipulação é bastante simples. No gráfico acima está apresentado um exemplo excelente como neste momento, as “baleias” estão lutando por nível 10 800 do BTCUSD.

No início, vemos grandes compras em alto para abater os dispostos de ursos com os movimentos correcionais e em seguida, esperando um pouco, adicionamos algo mais, acabamos desenhar a figura “O Bandeira”, aludindo sobre sucessiva subida.

Ao romper, os novatos veem o início de funcionamento do padrão e juntam-se em movimento para cima. Neste mesmo momento, as “baleias” começam a encerrar as posições longas e contraem à maioria, obtendo a possibilidade afixar-se em alto e tirar as natas.  

Também, esta tática se usa para desenhar os padrões, acumular o “peso” e para criar os níveis de resistência e de apoio.


2. A reversão do copo.

Isto é mais uma tática comum. Com a certeza que muitas pessoas observaram o quadro, quando o copo tem grande número de ordens para comprar e um volume bastante pequeno de ordens para vender, mas por algum motivo, o mercado não se move e mesmo ao contrário, começa caindo.

Aqui, o segredo está escondido em que abrindo as ordens “Conforme o mercado”, estas não são visualizados no copo e assim, os “hamsters” ficam com a ilusão que o mercado já deverá a saltar para cima e por isso, eles sem saber entram em armadilha, deixando suas ordens para uma “baleia” gorda.


3. A placa.

Mais uma manipulação com o copo bolsista, quando se colocam uma ordem muito grande para os quem está na vanguarda poderiam a ver, mas ao mesmo tempo, está ordem está colocada numa distância bastante remota.

Esta ordem aumenta muito o volume de Bids e influi aos dispostos gerais no mercado, mostrando a tendência de touros.

Quando o efeito necessário está produzido, a placa move-se junto com o crescimento do preço até chegar a hora “canalizar” as ordens a preço que o manipulador determinou anteriormente para si mesmo.

Em caso de mercado ficar insistente e começar a roer está “placa”, o manipulador com um só clique pode “tirar a ordem” e deixar o mercado cair livremente. Neste momento, uma “baleia” especialmente pérfida reverte-se aos 180º e coloca uma “placa” igual para vender, assim, empurrando o mercado para um abismo, onde ela vai resgatando as ordens a preço miserável.

 

4. A canalização.

A canalização pode ser separada a três tipos:

1) O controle a resistência, como uma regra, esta canalização ocorre depois duma série de bombagens (pump) num mercado fortemente aquecido.

Em primeira, isto permite às “baleias” aprovisionar os recursos para nova bombagem e afixar parcialmente os lucros.

Em segunda, isto é um controle a resistência da tendência criada artificialmente. Se o mercado aceitou a canalização, é possível relaxar por algum tempo e permitir à tendência recém-criada continuar movendo em sentido desejado com suas próprias forças.

2) A reversão da tendência, este tipo de canalização acontece muito raramente e é preciso para reverter o mercado num ponto necessário.

Como uma regra, isto efetua-se para criar um ponto de resistência num lugar certo ou para formar um padrão desejado.

 

Em última previsão para o Bitcoin, eu já tinha falado sobre estes casos. Um manipulador temeu de perder a oportunidade e efetuou o “resgate”, ou seja, uma manipulação contrária à canalização no seu sentido, mas similar por seu objetivo.

Como resultado, se formou a ruptura do nível e uma alusão para iniciar a figura “A Cabeça e Ombros”.


3) A insuflação de tendência

Isto é uma manipulação contrário no seu sentido ao tipo antecedente e destina-se para pressionar adicionalmente o mercado nos tempos de movimentos correcionais, neutralizando todas as tentativas para recuar.

 

 

Esta canalização é pérfida, porque durante toda a tendência, o manipulador pode “alimentar” os ursos com os volumes pequenos, ficando escondido.

Nós vemos um exemplo clássico de insuflação de tendência em par EOSBTC.

Embora ao EOS cedeu bastante muito num dia e o mercado exige um recuo, o manipulador abafa todas as tentativas dos touros, injetando enormes volumes das posições curtas e não deixa aos mesmos nenhumas chances para reverter-se.

Como já foi descrito acima, existe uma manipulação contrária no seu sentido à canalização. Isto é um “Resgate” que efetua-se para bombear o mercado e usa as mesmas táticas.


 

Lamentavelmente, existem muito mais tipos de manipulações usadas pelos grandes jogadores do que estão descritos neste blogue e por isso, se este tema é interessante para vocês, vou a continua-lo num blogue didático seguinte para a análise mais detalhada.

Sucesso para todos e bons proveitos!

 

Os jogos de baleias ou manipulações no mercado de criptomoedas

O conteúdo deste artigo é exclusivamente a opinião particular do autor e pode não está coincidir com a posição oficial da LiteForex. Os materiais a publicar nesta página, são fornecidos exclusivamente com os fins informativos e não poderão ser considerados com um conselho sobre investimentos, nem como uma consulta para objetivos de Diretiva 2004/39/UE.

Tem as perguntas para o autor? Você poderá a fazê-las nos comentários .
Iniciar trading
Em redes sociais
Chat "ao vivo"
Deixar comentário