Ao contrário de opinião pública, o mercado de moedas permite a investir não apenas em pares de moedas, mas também, em grande número de instrumentos de trading que não estão disponíveis habitualmente aos investidores com os capitais pequenos. Isto são os metais preciosos, petróleo, índices, ações de companhias nacionais e estrangeiras. A possibilidade de operar com estes ativos na Internet está oferecida através de um instrumento especial, ou seja, os contratos a diferença (CFDs). Os traders deverão compreender que embora as operações com estes instrumentos se realizam mediante um terminal de trading, cada um destes ativos tem suas caraterísticas. A escolha dum ou de outro instrumento terá que ser estipulada por uma decisão bem pensada do trader, baseada nas suas preferências, estilo de trading e conhecimento de mercados.

 

Os contratos a diferença: principais distinções de pares de moedas

Em primeiro lugar, é preciso dizer que os CFDs são semelhantes aos contratos futuros em seu essencial. Os CFDs baseiam-se nos principais ativos e o trading se realiza com uma alavancagem. A primeira distinção consiste em tamanho da alavancagem: em pares de moedas a mesma poderá a alcançar 1:500, mas em CFDs quase nunca excede 1:50. Esta distinção influi na estratégia de gestão de capital e também, no valor do eventual lucro.

Outra distinção resulta de diferença entre os fatores fundamentais que deverão ser avaliados, prognosticando as cotações. Em caso de análise técnica, para um investidor não é importante com qual instrumento ele está operando. A análise fundamental considera uma pesquisa de várias informações estatísticas, conforme aquele ativo principal que constitui a base do CFD. Por exemplo, se nós estamos falando sobre o índice (RTSI, Dow Jones, Nikkei, NASDAQ ou semelhantes), é preciso analisar a economia do país em geral, avaliar as perspectivas de flutuação das ações que compõem este índice, etc.

As operações com os CFDs de petróleo dependem de decisões tomadas nas reuniões dos países da OPEP, dinâmica da taxa de referência do SRF, volumes da extração de petróleo, índices da economia mundial. Os CFDs de ações consideram um estudo profundo como de própria companhia, tanto os seus índices financeiros. Neste caso, os pares de moedas são muito mais fáceis para operar, porque o conjunto de índices para analisar as mesmas está padronizado e acessível em agenda económica.

Terceira distinção é a volatilidade dos instrumentos. Alguns peritos insistem que os CFDs reagem mais ativamente às alterações da situação económica e política A questão de volatilidade é especialmente sensível para os traders especuladores: que maior movimento do ativo eles captam, mais alto será o seu lucro. Em caso de CFDs, nos períodos de alta volatilidade torna-se atual o uso de estratégias intra-diárias.

E por fim, o horário de trading com os contratos não é 24 horas por dia, como em pares de moedas, mas é rigorosamente determinado, conforme o horário de funcionamento das bolsas.

 

CFD & divisa: mais semelhanças do que parece à primeira vista

Apesar de distinções acima referidas, os contratos a diferença e os pares de moedas são muito semelhantes:

• poderão atuar como um instrumento de trading especulativo;

• são negociados mediante a plataforma de trading única;

• são os instrumentos marginais;

• estão sujeitos às análises tanto técnica, como fundamental;

• têm um spread;

• não estão sujeitos à tributação, retirando os fundos.

 

Como escolher

O trader terá que decidir, qual é o instrumento mais adequado para ele, considerando as caraterísticas das flutuações do preço e montante do depósito para efetuar o trading. Se o trader aceita tranquilamente a volatilidade alta e ao mesmo tempo tem um depósito suficiente para operar com uma alavancagem menor, é melhor preferir os contratos a diferença. Mas em caso de conta não tiver muito dinheiro e o trader gosta mais de movimentos suaves do preço, seria melhor considerar as operações com os pares de moedas. Também, os SFDs poderão ser escolhidos por investidores que desejam a obter os lucros, operando com as ações estrangeiras e índices indisponíveis para eles em outros formatos do trading. No entanto, neste caso, poderá a surgir o problema de barreira linguística: em geral, todas as informações necessárias para uma análise fundamental estão disponíveis somente em idioma inglês.

A volatilidade dos valores mobiliários estadunidenses é muito mais inferior da volatilidade dos valores mobiliários nacionais, mesmo mais grandes. É preciso considerar este fato, calculando eventuais lucros.

Aqueles, quem prefere o nível dos investimentos menos global, compreende o negócio e seu funcionamento, poderão a escolher os contratos sobre os valores mobiliários nacionais. Para todos os outros, os mais interessantes serão os pares de moedas. E maior volume da análise complementar permitirá a um investidor não ficar perdido num mar de informação.

Conclusão: Escolhendo um instrumento para investir os fundos, o trader deverá guia-se por suas preferências em trading e também, por estratégia de trading selecionada: moedas são adequadas para mais os traders conservadoras e os contratos a diferença se adaptam para os mais agressivos.


P.S. Gostou de meu artigo? Compartilhe-lo em redes sociais, isto será melhor agradecimento :)

Faça as perguntas e deixe abaixo os comentários sobre material. Responderei com prazer e darei as explicações necessárias.

Links úteis:

  • Recomendo experimentar o trading com corretora de confiança aqui. O sistema permite a operar individualmente ou copiar operações dos traders bem-sucedidos de todo o mundo.
  • O chat de traders com análise excelente, revistas Forex, artigos didáticos e outros materiais úteis para traders. https://t.me/liteforexbrazil. Compartilhamos os sinais e experiências.
Como se distinguem os contratos a diferença e pares de moedas

O conteúdo deste artigo é exclusivamente a opinião particular do autor e pode não está coincidir com a posição oficial da LiteForex. Os materiais a publicar nesta página, são fornecidos exclusivamente com os fins informativos e não poderão ser considerados com um conselho sobre investimentos, nem como uma consulta para objetivos de Diretiva 2004/39/UE.

Tem as perguntas para o autor? Você poderá a fazê-las nos comentários .
Iniciar trading
Em redes sociais
Chat "ao vivo"
Deixar comentário