O que são os entroncamentos e como os mesmos influem as criptomoedas a exemplo do ETHER. As causas de aparecimento do ETC e revista curta do Metropolis (ЕТН). O que fazer aos investidores antes do seguinte entroncamento.

O dia 12 de dezembro, o entroncamento Ethereum Classic esperará aos investidores. Também em pleno andamento o entroncamento Ethereum denominado Metropolis, cuja a primeira etapa Byzantium já passou o mês anterior. Os entroncamentos são atualizações e divisões das criptomoedas, mas nem sempre são úteis. Um exemplo claro é o aparecimento do ETC após o assalto DAO, sobre o qual você lerá detalhadamente na revista.  Também, no artigo você saberá sobre o que é um entroncamento, como influenciará a segunda fase do entroncamento ETH Constantinople e sobre se vale a pena, em principio, confiar nas criptomoedas.

 

Entroncamentos ETH e ETC: como mudavam as criptomoedas

Entroncamento....Apenas uns meses atrás, se esta palavra não assustava, com certeza causava inquietação com a sua imprevisibilidade. Ninguém pôde prever exatamente o que seguirá após o entroncamento do Bitcoin ou ETHER: se estimar o crescimento ou cedência? Ou talvez o entroncamento levará absolutamente á falência do mercado de criptomoedas?

Hoje em dia, ninguém já está surpreendido por entroncamentos. Após o aparecimento do Bitcoin Cash (ВСН) em agosto, surgiu também Bitcoin Gold (BTG). No entanto, se ВСН é realmente ramificação de ВТС nos limites de realização do entroncamento duro Segwit, o aparecimento do BTG chama-se projeto artificial que foi necessário para realizar objetivos dum grupo determinado de pessoas. No dia 24 de novembro, iniciou novo entroncamento duro Bitcoin Diamond, que foi apoiado por 28 bolsas de criptomoedas. Ao mesmo tempo, vai a toda o entroncamento de escala Ethereum denominado Metropolis, e o entroncamento mais “superior” ETH, Ethereum Classic, também realizará atualizações no dia 12 de dezembro.

Surgem seguintes perguntas:

  • o que é um entroncamento e porquê uns destes significam separação de criptomoedas e outros não;
  • como os investidores reagirão aos entroncamentos próximos e com que arriscarão;
  • e se as criptomoedas são mesmo seguras.

Eu tentarei responder a estas perguntas nesta revista.

 

O que é o entroncamento de criptomoedas em palavras simples

Ainda no inicio do aparecimento dos projetos blockchain havia pouco quem entendiam como os mesmos vão a desenvolver-se em geral. No inicio, tudo satisfazia a todos: os mineiros estavam satisfeitos com a velocidade da criação de moedas, participantes de projetos com a velocidade da transação, confiança, segurança, etc. Mas quanto mais pessoas e companhias resultaram atraídas nisto, com mais frequência começaram a surgir erros no sistema. Os projetos criados em semelhança a Bitcoin deviam ter eliminado estes problemas, mas em prática, tudo resultou mais difícil. Surgiu a necessidade de apresentar alterações nos protocolos existentes, ou seja, a necessidade de realizar os entroncamentos.

O entroncamento é a modificação do código-fonte de criptomoedas. É uma bifurcação na qual após de alterar o código surgem já dois projetos: um é o projeto com o código alterado e o segundo é o projeto com o código anterior. Sendo que segundo projeto poderá tanto continuar a funcionar individualmente, como também suspender a sua existência dependendo do apoio por parte de utilizadores e bolsas. Com outras palavras, o entroncamento é a alteração das regras pelas quais o bloque em blockchain considera-se como autêntico.

Os tipos de entroncamentos:

  • o entroncamento suave. As alterações de regras realizadas não requerem atualização do software. Ao utilizar novas regras, os nodes de redes computacionais (Nodes) que permanecerão a funcionar com as regras anteriores poderão cooperar com os nodes que funcionam com novas regras;
  • O entroncamento duro. Após de realização do entroncamento, aparecem dois objetivos independentes que não cooperam um com o outro.

O objetivo principal dos entroncamentos é a garantia de segurança do sistema (defesa de assaltos) e simplificação de cooperação (transação, troca de informações).

 

THE DAO - Mt Gox 2.0: como derrubam-se os princípios de blockchain

O Bitcoin é uma espécie de sistema de pagamento, um projeto baseado na tecnologia blockchain.  Ethereum é um sistema decentralizado que permite criar na sua base milhões de startups semelhantes na blockchain. Um dos primeiros destes programas (projetos, startups) foi DAO que é um sistema autónomo distribuído decentralizado que utiliza contatos inteligentes Ethereum para expandir o funcionamento das blockchains.  Isso foi uma espécie de área para financiamento coletivo que permite aos investidores depositar os etheres acumulados (ETH) nos startups concretos criados em Ethereum. DAO cumpria três tarefas:

  • Agregava o ETH dos investidores e permitia cambiá-los para a sua criptomoeda DAO;
  • permitia depositar os etheres nos projetos escolhidos pelos resultados da votação dos investidores;
  • pagava dividendos aos possuidores de tockens DAO.

Na verdade, este foi um dos primeiros startups criados na base de Ethereum. A atratividade do projeto consistia em que as informações sobre as condições de investimento desde a área de financiamento coletivo era disponível aos investidores.  A transparência das operações na blockchain garantiu a todos os participantes das mesmas. Nos primeiros dias, o projeto conseguiu reunir 150 milhões de dólares estadunidenses, acumulando cerca de 12% do número total de ETH em circulação.

Desde o momento de lançamento do projeto, os hackers precisaram apenas de 2 meses para encontrar a vulnerabilidade do código e em alguns minutos transferir o dinheiro para a soma total mais de 53 milhões de dólares dos EUA. Conforme o protocolo, o hacker podia utilizar o dinheiro dentro de algumas semanas, após de transferência (o assalto ocorreu no dia 17 de junho do ano 2016), por isso os elaboradores do projeto que puxou para o fundo também o Ethereum, não tiveram tempo para tomar a decisão. Tal “primeira experiência” sem sucesso pôde levar à perda irreparável de reputação da rede do Vitalik Buterin porque já depois de 3 dias foi tomada uma decisão inaudita para o mercado de criptomoedas: salvar o DAO com o primeiro caminho de softwork para ETHER, ramificações com a transação anulada que levaram à fuga de tockens DAO com a devolução de dinheiro aos seus proprietários.

Esta mesma decisão cardinal separou a sociedade de criptomoedas em dois campos:

  • os partidários do entroncamento argumentaram a interversão na blockchain que este caso dado é exclusivo e único.  O entroncamento suave salvará a reputação tanto do DAO como do ETH;
  • os adversários do entroncamento consideraram a criação do precedente como inadmissível.

Um dos pontos básicos da filosofia da blockchain é a não intervenção no seu funcionamento. O “recuo” pela salvação dos investidores ao menos uma vez põe sob duvida a transparência e segurança de criptomoedas em geral.   Porque depois dum precedente poderão seguir também outros. Por exemplo, a confiscação do dinheiro pelas autoridades ou Estado. O precedente questiona: onde situa-se a linha, após de cujo cruzamento a intervenção no funcionamento da blockchain poderá ser considerado aceitável?

A decisão sobre o entroncamento é tomada pelos mineiros, e não pelos elaboradores e, por isso, o softwork foi realizado. A maioria apoiou a necessidade da intervenção, assim mesmo pôs em risco os princípios fundamentais da existência de criptomoedas. O novo ramo continuou a sua existência denominando-se anteriormente Ethereum.

Os partidários que continuaram com o código anterior apoiaram o segundo ramo. Assim foi elaborado um novo projeto Ethereum Classic (ETC). A situação acontecida provou visualmente alguns factos:

  • as criptomoedas não têm suficiente proteção de assaltos e a sua segurança é um mito;
  • nem um projeto está protegido. Não há garantia que os elaboradores de DAO não cometeram um erro no código premeditadamente. A falência da plataforma foi de repente denominado segundo Mt Gox, onde a situação do assalto de criptomoedas tinha muitas confusões;
  • o blockchain pode ser alterado a favor de pessoas interessadas.

 

Todos os entroncamentos são de tal modo efetivos?

Ainda no ano 2015, a primeira vez que foi falado sobre a necessidade de fazer alterações na rede Ethereum. Mas a ausência de compreensão de como será realizado o entroncamento retinha a sua execução.  O entroncamento duro obrigatório no dia 20 de junho do ano 2016, em resultado de qual foi criado o ETC, mostrou que os entroncamentos posteriores não apenas não são perigosos, mas também vitalmente necessários. Na primavera do ano 2017, foi realizada uma série de conferencias dedicadas aos assuntos de entroncamento, em cujo resultado foram ativados Segwit (Bitcoin) e Metropolis (ETHER).

Um dos problemas do ETHER é a complexidade crescente e custo da mineração. Metropolis deve ser o quinto na ordem de entroncamento Ethereum e uma das atualizações mais significativas da rede. O entroncamento está dividido em duas partes:

1. Byzantium (realizado de 18 setembro a 16 outubro). Os seus resultados principais:

  • foi adiada por 18 meses a “bomba de dificuldades”, ou seja, o algoritmo que faria a obtenção de ETHER extremamente difícil e prejudicial;
  • foi diminuído o premio pelo bloque de 5 a 3 ETH;
  • foi aumentada a velocidade da confirmação dos bloques;
  • foram adicionados instrumentos criptográficos zk-SNARKs que pela realização de transações irão guardar em segredo a soma e participantes (elementos confidenciais).

2. Constantinople. A sua essência e a data de realização ainda não são conhecidas. Supostamente, será realizada no ano seguinte.

Os investidores reagiram negativamente à realização de Byzantium:

Diferentemente do Bitcoin, onde o preço de criptomoedas crescia estavelmente na véspera de Segwit do dia 1 de agosto, o ETHER, ao contrario, cedeu no momento do inicio e subiu no momento de finalização do entroncamento. Parece que os investidores ainda se lembram do dia 20 de junho de 2016.

 

Feliz fantasminha “Casper”

O dia 21 de novembro, foi publicada a versão inicial Casper, que é o protocolo de melhoramento Ethereum, nos âmbitos do qual é suposto a transição do modelo de mineração Proof-of-Work para o modelo Proof-of-Stake.  O objetivo do protocolo existente PoW é a proteção de ataques que sobrecarregam os recursos de cômputo do sistema. Além disso, o mesmo utiliza muitas potencias, por isso, os mineiros consideram-no complexo, longo e requer muita energia.

A transição planeada para o algoritmo PoS fará os ataques e a mineração prejudiciais (um dos passos de Vitalik Buterin pela transição para o modelo de emissão limitada do tipo BTC). Os mineiros poderão ganhar apenas em comissões pelas transições e não requer mais necessidade. Os analistas creem que o abrandamento da mineração diminuirá o interesse e respetivamente também o preço do Ethereum, mas não existe previsão única.

O dia 12 de dezembro, Ethereum Classic estima um entroncamento, realmente, não há informações detalhadas sobre isso. Apenas é conhecido que as alterações serão relacionadas com a política monetária. A oferta geral de criptomoedas será limitada e constituirá 210 milhões de ЕТС (o ETHER não tem emissão restringida por enquanto), o prémio dos mineiros vai descer 20% em cada 5 milhões de bloques adquiridos.

Após de fim de semana dos dias 25 e 26 de novembro oportuno para as criptomoedas (durante 2 dias, a capitalização de criptomoedas cresceu 40 mil de milhões de dólares estadunidenses), o ETC subiu 30% (84% durante os últimos 7 dias), entrando no TOP-10.  Na verdade, depois dum dia, as posições de Ethereum Classic cederam um pouco. Mais da metade de todo o volume de criptomoedas está negociada nas bolsas Bithumb (39,85%) e Coinone (16,83%).

 

Conclusão:

Embora que o número de entroncamento de diferentes criptomoedas está a crescer, os investidores ainda não se apressam a confiar nos mesmos. Por um lado, os entroncamentos estão orientados para o fortalecimento das posições de criptomoedas e a sua segurança. Por outro lado, em cujos interesses serão feitas alterações, os investidores não podem saber com certeza.

Recomendações aos investidores:

  • ser cuidadoso e investir em criptomoedas num curto prazo. o Bitcoin já quebrou o nível psicológico de 10 milhões de dólares estadunidenses sem nenhuns motivos fundamentais. E isto deu mais um motivo para falar sobre que neste mercado há sintomas da bolha;
  • não confiar na segurança de criptomoedas; no caso de interesse, os tockens poderão ser alienados imediatamente para a propriedade de outros, e as transações serão canceladas. o ETC é um exemplo disso;
  • não investir em criptomoedas desde bolsas ou carteiras que podem ser assaltadas. O investimento no trading especulativo desde a corretora parece ser uma opção mais segura por agora.

Seja cuidadoso e que o lucro do vosso investimento cresça cada dia!

 

Como influíram os entroncamentos as criptomoedas ETH e ETC

O conteúdo deste artigo é exclusivamente a opinião particular do autor e pode não está coincidir com a posição oficial da LiteForex. Os materiais a publicar nesta página, são fornecidos exclusivamente com os fins informativos e não poderão ser considerados com um conselho sobre investimentos, nem como uma consulta para objetivos de Diretiva 2004/39/UE.

Tem as perguntas para o autor? Você poderá a fazê-las nos comentários .
Iniciar trading
Em redes sociais
Chat "ao vivo"
Deixar comentário