Por quê o ouro é o mesmo artigo como a carne? O quê é que arde mais rápido, o dólar ou petróleo? Por quê as ações das algumas companhias custam menos do que o papel em que as mesmas estão impressas? Estas e também, muitas outras perguntas tradicionais nós analisamos abaixo, em revista de principais instrumentos financeiros do mercado Forex e de suas caraterísticas especiais.

 

Os pares de moedas

Um par de moedas mostra o estado da “saúde” das duas economias cada uma das quais influi à demanda e oferta de instrumento. O crescimento duma moeda de par também, considera o crescimento em relação a outras moedas. Se o USDJPY está subindo, é muito alta a probabilidade que este aumento também, abrange outros pares de moedas com o iene, por exemplo, o EURJPY.

 

Claro que a relação não será de espelho, mas alguma correlação se observa mesmo por olho nu. Isto é um bom orientador para analisar que reflete os dispostos comuns dos traders de moedas.  

Muitas vezes, as moedas dos mercados vinculados a grandes economias, dependem de moedas dos seus patrocinadores, ou seja, grandes parceiros comerciais. Isto lhes permite mover-se num sentido e os traders podem realizar as operações quase sem os riscos.  

 

A correlação entre os pares EURUSD e CHFUSD é ainda maior do que no exemplo acima referido. Mas mesmo aqui, é necessário considerar muitos outros fatores que têm a influência em cotações destas moedas. Tradicionalmente, o “suíço” é reconhecido como uma moeda-refúgio e isto limita o intervalo de flutuações do seu preço.  Ao mesmo tempo, muitas vezes o euro está subindo para alto e caindo muito baixo, devido às manipulações monetárias grandes do Banco Central Europeu.

Para prognosticar a cotação dos pares de moedas, se utilizam a análise técnica e fundamental.

A análise técnica opera com a história dos preços já acontecida. Á base desta análise estão postos os algoritmos matemáticos que ajudam revelar certas leis do movimento dos pares de moedas.

A análise fundamental avalia os fatores económicos globais que influem ao crescimento dos mercados: PIB, taxas de referência, mercado de emprego, ritmos da inflação, eventos políticos, rumores, relatórios de notícias, etc.

O choque de vitória do Trump nas eleições trouxe os pontos ao dólar

Em dias contados, a vitória inesperada do Trump nas eleições rompeu vários níveis recordes do preço em par USD/MYR:  4.2500; 4.3000; 4,3500 e logo 4,4000.

Muitos traders especuladores operam somente com a análise técnica, mas é muito provável que os investidores de longo prazo preferirão a análise fundamental. No entanto, muitas estratégias de trading baseiam-se na combinação de ambos métodos entre si.

 

Os índices do mercado de valores mobiliários

Os índices dos valores mobiliários são o termómetro de economias nacionais. Estes permitem avaliar o estado da “saúde” dos setores económicos ou dos mercados. Não existem algumas certas regras para calcular os índices, mas os traders praticam várias abordagens tradicionais que merecem a ser consideradas em análise.

Por exemplo, o índice industrial estadunidense Dow Jones e o índice japonês de exportação Nikkei 225 se calculam tradicionalmente â base ponderada. Mas a abordagem de cálculo, quando os traders suponham que o “peso” da ação pode ter uma proporção justa ao preço instável da mesma, considera-se desatualizada.

O método mais moderno para tal cálculo conta com a capitalização de todas as ferramentas do índice e permite ter em vista os aspetos complementares para determinadas companhias.  Um exemplo de tal índice é o S&P 500 que engloba 500 empresas estadunidenses com maior capitalização no mercado.

 

 

A dinâmica do índice S&P 500 nos últimos 5 anos

Adquirindo um índice, você está apostando no crescimento dos setores económicos determinados, por exemplo, industrial, em caso de Dow Jones ou tecnológico, se for Nasdaq. Ou aposta nas perspetivas corporativas de outras grandes empresas, em geral: S&P 500, FTSE 100, Stoxx Europe 600 e outros.

 

As ações

Tradicionalmente, as ações se compram para investir ao longo prazo. Em muitos países, este instrumento atua como uma alternativa eficaz para os depósitos bancários.

A dinâmica da cotação das ações do Sberbank da Rússia nos últimos 5 anos

 

Nos períodos de estabilidade económica, as companhias crescem e por isso, está subindo o valor das suas ações e dividendos. Adquirindo ações das companhias interessantes nos países com as perspetivas, é possível contar com grande multiplicação do seu capital ao percorres algum tempo.

Um bom avanço de companhia tão grande como McDonald’s no fim de ano 2015.

Pois, existem os riscos de perdas, mas a abundância de instrumentos de trading abre uma amplíssima potencialidade para alargar a gama de ativos em sua carteira. É possivel e mesmo necessário comprar ações em vários setores económicos.

 

Os commodities (metais preciosos)

Muito tempo, um dos ativos mais populares para investimentos foram considerados os metais preciosos. Depois de cancelamento de “padrão de ouro” e quando surgiu o sistema de câmbio livre de divisas, os metais preciosos como o ouro deixaram de ter sua capacidade exclusiva e indubitável naquela altura para assegurar os riscos financeiros.

Por sua vez, as caraterísticas especiais tem a prata, cujo o preço distingue-se por altíssima volatilidade, mesmo comparando com os pares de moedas. Durante um ano, a prata poderá subir mesmo 75-80% que não acontece em nenhum mercado de divisas.

Hoje em dia, os metais precioso são cotados como qualquer outro artigo, por exemplo, a carne ou soja. Mas em períodos de instabilidades financeira ou geopolítica, muitos investidores são vocacionados para assegurar-se com este tipo de ativos, como antes.

 

Os artigos

Os preços de vários artigos também, dependem de muitos fatores: produção, atividade de consumidores, ciclos económicos, fornecimentos, conjuntura, bem como de condições naturais, sociais e políticas.

Maior parte de mercados de artigos está ocupada por produtos agrícolas e matérias-primas. As vezes, a conjuntura dos preços das matérias-primas pode afetar seriamente às economias de países inteiros.

 

Mais uma correlação interessante: preço do petróleo de marca Brent e rublo russo

Normalmente, os preços dos artigos são instáveis. E muitas vezes, a orientação para o desenvolvimento económico baseado nas “matérias-primas” leva tal chamada doença holandesa que esgota principais fundos e aumenta a inflação. Tudo isto provoca a redução de atratividade dos mercados para investir.

 

As sugestões gerais para os traders e investidores

Diversifique os riscos, acostume-se operar com vários ativos e não se concentra num só par, senão, mesmo uma estratégia de trading mais segura vai fracassando mais cedo ou mais tarde.  

Considere as estratégias para assegurar os riscos, ou seja, os seus caminhos para recuar de posições com os prejuízos. Analise os mercados e setores económicos que suportam um crescimento estável ou as correlações inversas com os instrumentos em que você está operando.

Otimize atividade de análise, os conselheiros de trading, agendas, indicadores, tecnologias big data e mesmo simplesmente, a conexão estável à Internet são os seus amigos fieis pelo caminho ao sucesso de negócio. Sempre tenha-os sob a mão e siga às atualizações. Um hábito útil será a pesquisa de correlações interessantes entre vários mercados e ativos em períodos de tempo diferentes, por exemplo, tais como o rublo e petróleo. Você já tinha visto algumas?

 

 

Os tipos de instrumentos de trading e suas caraterísticas

O conteúdo deste artigo é exclusivamente a opinião particular do autor e pode não está coincidir com a posição oficial da LiteForex. Os materiais a publicar nesta página, são fornecidos exclusivamente com os fins informativos e não poderão ser considerados com um conselho sobre investimentos, nem como uma consulta para objetivos de Diretiva 2004/39/UE.

Tem as perguntas para o autor? Você poderá a fazê-las nos comentários .
Iniciar trading
Em redes sociais
Chat "ao vivo"
Deixar comentário