Como todos os sabem, a cotação cambial está sujeita à influência duma variedade de fatores. O grupo mais numeroso está composto por os fatores económicos que poderão ser interpretados por índices, publicados regularmente no mercado Forex.

A lista de índices económicos deste mercado inclui o Produto Interno Bruto, índices dos preços de produtores e de consumidores, bem como o índice do desemprego, a dinâmica da construção de casas, índice da atividade empresarial, etc.

 

Para que é preciso analisar os índices económicos no mercado Forex?

 

Realizar a análise de índices económicos no mercado monetário é racional por vários motivos independentemente de que tipo de traders pertence o investidor.

  1. A classificação de índices por grau de importância permite a prognosticar potencialidade do movimento das cotações, um salto da cotação, após de publicação dum índice atualizado poderá a atingir 200 pontos e mais apenas em horas contadas.

  2. O segundo plano de notícias influi imediatamente à dinâmica da cotação e muitas vezes começa a contrair aos indicadores técnicos. Este desequilíbrio é capaz de causar os prejuízos que poderiam ser evitados.

  3. A compreensão de processos económicos permite sentir melhor o mercado.

  4. É necessário lembrar que reagindo à publicação de índices económicos, os traders já processam as informações secundárias fornecidas pelas agências de notícias que por sua vez, receberam estas informações de agência especializadas dedicadas aos cálculos de índices básicos. Nem sempre após duma publicação de tal notícia o mercado muda o sentido do movimento, mas de facto, sempre acontece a agitação do mercado.

 

As particularidades da análise de índices económicos no mercado Forex

Como uma regra, se monitorizam os índices económicos das moedas incluídas na carteira de negócio do trader. Isto são praticamente sempre o dólar dos EUA, euro, iene e libra esterlina. Todos os índices mais importantes estão presentes na agenda económica do Forex e isto facilita significativamente a atividade de trader.

 

A lista de eventos económicos planejados

Maior influência em movimentos no mercado efetuam os indicadores, cujo o valor atual se distingue muito do previsto. Por exemplo, aguardando que o Banco do Canadá deixará a taxa de referência em mesmo nível, os traders não planejam a realizar operações especuladoras ou rever a dinâmica da cotação. No entanto, se a taxa de referência for reduzida, é mais provável que no mercado se iniciará um movimento ascendente do par de moedas USD/CAD.

Maior influência no mercado têm os índices seguintes:

  • índices do estado geral da economia do país, ou seja, o PIB e RNB, índices dos preços de produtores e de consumidores, o nível da inflação, a taxa de referência, o saldo do balanço comercial;

  • índices do emprego da população, isto são o nível de desemprego e o número de requerimentos de subsídio de desemprego;

  • índices da produção industrial, aqui estão incluídos os índices da atividade empresarial e da produção industrial, número de empregados em setores não agrícolas, o volume da construção de casas novas e as encomendas de artigos de longo uso.

 

Os índices do estado geral da economia do país

Principal índice é o Produto Interno Bruto. Todos os restos dados são interpretados de ponto de vista de que se existem alguns problemas em economia do país e qual será o seu impacto em nível da produção. O PIB se publica trimestralmente, mas à base mensal se atualizam as previsões da sua dinâmica.

P Produto Interno Bruto apresenta por si um volume dos artigos produzidos e serviços prestados em território nacional num determinado período de tempo. Um dos mais conhecidos modos para calcular o PIB é conforme as despesas. Seguindo a este modo, o PIB é a soma total de despesas do setor de consumo, despesas públicas, investimentos e também, a exportação líquida, ou seja, a diferença entre a exportação e importação. Tal estrutura permite a visualizar que nem sempre o crescimento do PIB deverá ser interpretado positivamente. Se o aumento do mesmo está estipulado pelo crescimento das despesas públicas, a cotação da moeda poderá a baixar facilmente. Isto relaciona com quilo que a lista de tais despesas inclui também as despesas militares que em perspectiva poderão a desestabilizar economia do país.

A Renda Nacional Bruta considera-se mais raro do que o PIB, mas está representativa em termos de visualização de volumes da produção realizada somente pelos residentes dum certo país. A comparação da RNB e do PIB permite mostrar claramente, quem ganha mais: residentes deste país que trabalham no estrangeiro ou não residentes, cujas as empresas funcionam em território nacional.

O nível da inflação no país e respetivamente, o grau de desvalorização da moeda nacional, poderão ser monitorados mediante vários indicadores: índice dos preços de consumidores CPI, índice dos preços de produtores PPI e ritmos da inflação.

O CPI mostra o valor dum conjunto de consumo que inclui os artigos e serviços indispensáveis. Em diferença de CPI, o índice dos preços de produtores ou dos preços industriais não inclui o componente de comércio a varejo nem os preços dos artigos importados. Cada mês, este índice mostra o aumento dos preços dos artigos intermediários, componentes e produtos finais.

A taxa de referência determinada pelo banco central, é o indicador da situação económica no país. Se o crescimento da inflação se acompanha com o aumento da taxa de referência, é possível entender que em economia nacional surgiram os problemas de médio ou longo prazo e estes não se poderão ser resolvidos por meios do mercado. De ponto de vista dos investidores, o aumento da taxa de referência leva ao encarecimento da moeda nacional e a redução desta taxa resulta com a desvalorização da mesma.

O balanço comercial do país mostra a relação entre o volume dos artigos importados e artigos exportados. Se a exportação de país excede a importação, a moeda nacional encarece e ao contrário. A dinâmica poderá ser analisada mediante saldo do balanço comercial. Às vezes, para a análise também se usam a dinâmica dos preços de importação e exportação e o défice da conta corrente.

 

Os índices do emprego da população

Analisando a economia dum país, é impossível descartar o nível de desemprego e número de requerimentos de subsídio de desemprego. Embora que estes indicadores são atrasados, estes permitem aperceber com maior complexidade o quadro de estado da economia.

O nível de desemprego se calcula como uma relação de número de desempregados ao número total de população ativa que por sua vez, engloba somente as pessoas interessadas em buscar o emprego, excluindo os estudantes, desempregados por vontade própria, etc. A publicação semanal de número de requerimentos de subsídio de desemprego permite a avaliar rapidamente a dinâmica do emprego da população. É necessário lembrar que este indicador está sujeito às flutuações sazonais e por isso, se usa mais vezes na qualidade de informações complementares sem causar fortes movimentos no mercado.

O índice mais conhecido e significante que constitui a base de algumas estratégias de trading com as notícias, é Non-farm payrolls, ou seja, o número de empregados em setores não agrícolas.

Este índice abrange mais de ¾ de todos os postos de trabalho criados nos EUA, mas não inclui os empregados em setor agrícola, instituições governamentais, empregados domésticos e setor não comercial. A representação deste índice está estipulada por aquilo que o crescimento de número de empregados resulta em aumento de ingressos da população e em seguida, de despesas para o consumo que refletem em PIB.

 

O gráfico de publicações de principais índices económicos para o dólar dos EUA

Índice

País

Período de publicação

Data de publicação

Hora de publicação

Importância

PIB

EUA

1 vez por trimestre

última quinta-feira do mês

às 16:30 (hora de Moscou)

nível alto

Encomendas de artigos de longo uso

EUA

1 vez por mês

quarta semana do mês

às 16:30 (hora de Moscou)

nível médio

PMI

EUA

1 vez por mês

último dia útil do mês

às 18:00 (hora de Moscou)

nível médio

CPI

EUA

1 vez por mês

desde dia 15 até dia 21, após de publicação de PPI

às 18:30 (hora de Moscou)

nível alto

PPI

EUA

1 vez por mês

nos meados de cada mês

às 17:15 (hora de Moscou)

nível médio

O número de requerimentos de subsídio de desemprego

EUA

1 vez por semana

às quintas-feiras

às 16:30 (hora de Moscou)

nível baixo

O balanço de pagamento

EUA

1 vez por trimestre

nos meados de mês seguinte ao período contabilístico

às 18:00 (hora de Moscou)

nível alto

Vendas a varejo

EUA

1 vez por mês

nos meados do mês

às 16:30 (hora de Moscou)

nível médio

O balanço comercial

EUA

1 vez por mês

terceira semana do mês

às 16:30 (hora de Moscou)

nível alto

Nível de desemprego.

EUA

1 vez por mês

primeira sexta-feira do mês seguinte ao período contabilístico

às 16:30 (hora de Moscou)

nível médio

Non-farm payrolls

EUA

1 vez por mês

primeira sexta-feira do mês seguinte ao período contabilístico

às 16:30 (hora de Moscou)

nível alto

 

Os índices da produção industrial

A base da economia de qualquer país está constituída por seu setor industrial. Para avaliar este último, é possível usar tanto os dados quantitativos objetivos (PPI, o índice da produção industrial) como os dados subjetivos obtidos com os inquéritos (PMI, o índice da atividade empresarial).

O índice da atividade industrial mostra o volume total dos artigos produzidos pelas empresas do setor industrial. Muitas vezes, este índice se usa como um indicador adiantado para o PIB, conforme a este se prognosticam a dinâmica do Produto Interno Bruto.

O índice da atividade empresarial se calcula à base de sondagens de opinião dos gestores de compras que respondem às perguntas sobre o número de novas encomendas, nível da produção e de emprego, volumes de fornecimento e de reservas de matérias-primas. As opções de respostas: “melhor”, “sem alterações”, “pior”. O resultado de respostar se converte em escala de 0 a 100. A dinâmica positiva do índice em relação aos períodos anteriores se considera pelos mercados como favorável e a dinâmica negativa leva ao descenso da cotação.

Também, poderão a pertencer indiretamente aos índices da produção industrial: dinâmica das vendas a varejo, volume da construção de casa novas, bem como as encomendas de artigos de longa utilização. A interpretação de todos os três índices é idêntica: que mais estão dispostos os consumidores para gastar os fundos atualmente, mais altos são as despesas deles. Além disso, o aumento das despesas significa que os compradores avaliam positivamente as previsões para o desenvolvimento e supõem que a sua riqueza apenas vai melhorando no futuro.

Os índices económicos no mercado Forex

O conteúdo deste artigo é exclusivamente a opinião particular do autor e pode não está coincidir com a posição oficial da LiteForex. Os materiais a publicar nesta página, são fornecidos exclusivamente com os fins informativos e não poderão ser considerados com um conselho sobre investimentos, nem como uma consulta para objetivos de Diretiva 2004/39/UE.

Tem as perguntas para o autor? Você poderá a fazê-las nos comentários .
Iniciar trading
Em redes sociais
Chat "ao vivo"
Deixar comentário