Quando não espera a ajuda de SRF, é preciso atuar a si mesmo

A melhor autodefesa é auto-ataque. Os bancos centrais concorrentes do SRF perceberam rapidamente aonde Jerome Powell empurra o dólar dos EUA. Para baixo. E a quem isto é preciso, além de Washington? Se em ano 2018 as economias da zona euro, Reino Unido, Austrália e de outros países desenvolvidos não se sentiram muito bem com a reavaliação da moeda estadunidense, o que acontecerá se a mesma vai desvalorizando? Somente falta uno: ir pelo caminho marcado por Reserva Federal. Tal dizer: tu iniciaste e nós apoiamos. Tu sabes cantar e nós repetimos em conjunto coral. O aspeto é muito lindo, mas se cavar um pouco mais, começa cheirar com uma desvalorização de concorrência..  

Ficou deixado um processo arquivado, ficou deixado e de repente reiniciaram as diligências. Em 2018, os bancos centrais olharam com enternecimento como o SRF aumenta a taxa de referência, esperando sinceramente que a desvalorização de suas moedas permitirá à exportação soberana abrir as alas. Falhou. A queda do EUR/USD ficou insuficiente e em processo foram intervindo as guerras comerciais e os relacionados com as mesmas o abrandamento da economia chinesa e da demanda externa. Surgiu a necessidade de contar com os recursos internos, mas falhou Alemanha. Sua indústria não aguenta bem a transição para os automóveis elêtricos e endurecimento de requerimentos aos motores a diesel e de gasolina. Claro que aqui há uma grande potencialidade para um crescimento explosivo no futuro, no entanto, agora temos o que temos. 

Se precisar minha ajuda, não sei mesmo onde você poderá buscar-me. Um dos primeiros discursos do Jerome Powell em 2019 deixou muito claro: não á preciso esperar uma ajuda por parte de SRF. O desejo do FOMC para descansar na beira, foi considerado pelos mercados quase como o fim do ciclo de normalização da política monetária e de crédito e começaram comprar outras moedas. Tal dizer, o dólar ficou sem trunfos anteriores, aonde vai subindo? Mas não é! Aqui entrou a artilharia pesada, ou seja, os bancos centrais! O mau exemplo ficou contagioso. Em seguida de Reserva Federal, o seu desejo para tomar uma pause pronunciou o Banco do Canadá. Por diante, ainda mais. O BCE aludiu sobra a possibilidade de alargamento do conjunto de medidas incentivas em forma de LTRO. O Banco de Reserva da Austrália está disposto reduzir a taxa de referência, se for necessário e o Banco da Inglaterra assusta todos os com Brexit desordenada. Todos os bancos realizam uma auto-ataque: dizem que sob a influência de circunstâncias externas agravadas as economias nacionais têm muitas dificuldades. Claro que na realidade estas instituições mentem. O segredo se encontra em desvalorização de concorrência.

Quer manter boas relações com as pessoas, não estorve a elas mentir. Quando Jerome Powell falava que o SRF pode permitir a si mesmo ser flexível e tolerante por causa de inflação, com certeza que ele mentia. Ainda seis semanas atrás, nos meados de dezembro, foi claramente visível que a inflação já está sob o controle. Outra coisa é a queda dos índices de valores mobiliários e as críticas por parte de Donald Trump. Viver nestas circunstâncias é difícil. Entretanto, muitas vezes a vida desenha tais ornamentos que o frio não é capaz mostrar nas janelas.

E aonde agora terão que correr os investidores? O SRF e bancos-emitentes de unidades monetárias de G10 não descansam de flagelar-se. Então, somente ficam as moedas dos países em desenvolvimento! Quer dizer, o crescimento do apetite global para arriscar, volatilidade baixa e reanimação do interesse em carry trade reavivem estas! Mas os reguladores também não apressam usar as intervenções verbais. O Banco da Rússia supõe mesmo que depois de alcançar a cotação de 70 rublos a um dólar, este último ficará impotente.   


P.S. Gostou de meu artigo? Compartilhe-lo em redes sociais, isto será melhor agradecimento :)

Faça as perguntas e deixe abaixo os comentários sobre material. Responderei com prazer e darei as explicações necessárias.

Links úteis:

  • Recomendo experimentar o trading com corretora de confiança aqui. O sistema permite a operar individualmente ou copiar operações dos traders bem-sucedidos de todo o mundo.
  • O chat de traders com análise excelente, revistas Forex, artigos didáticos e outros materiais úteis para traders. https://t.me/liteforexbrazil. Compartilhamos os sinais e experiências.

O gráfico de cotação de EURUSD em tempo real

Os bancos centrais atiraram-se em ataque

O conteúdo deste artigo é exclusivamente a opinião particular do autor e pode não está coincidir com a posição oficial da LiteForex. Os materiais a publicar nesta página, são fornecidos exclusivamente com os fins informativos e não poderão ser considerados com um conselho sobre investimentos, nem como uma consulta para objetivos de Diretiva 2004/39/UE.

Tem as perguntas para o autor? Você poderá a fazê-las nos comentários .
Iniciar trading
Em redes sociais
Chat "ao vivo"
Deixar comentário