Washington pesca facilmente o dinheiro de outros bolsos

Se alguém ainda não acredita na presença do Marioneteiro no Forex, é hora de começar. O principal tema quente nos mercados financeiros no fim de abril foi o crescimento rápido de rentabilidade de obrigações de tesouro de 10 anos à referência psicológica importante de 3%, que foi vista pela última vez no início do ano 2014. O que estava por trás do mesmo? O receio em relação à aceleração da inflação? O aumento dos volumes de emissão até $1 milhão de milhões desde ano 2019? A confiança no futuro radioso da economia estadunidense? Ou a intenção trivial de pescar os papeis verdes de bolsos dos outros? No entanto, não roubam grande dinheiro. Assimilam o mesmo. 

Se você vive das posses, então simplesmente você tem falta de imaginação. Estava tudo bem com a imaginação de Estados Unidos durante umas décadas. Os mesmos assimilavam perfeitamente a lei principal de guardar o dinheiro. Tudo o que se guarda no dinheiro é a necessidade. A consecutiva onda de apetite incessante seguiu-se após da chegada ao poder do excêntrico Donald Trump. Ele desejava tornar realidade o sonho sobre o permanente crescimento económico de 3%. Não importa se existem ciclos e que após do pico vai a queda. Depois de mim, o diluvio! Os descendentes vão lembrar-se do 45º presidente como a pessoa que levou o país à prosperidade. Mas o próximo dono da Casa Branca à pergunta “como você caracteriza a sua vida?” apenas vai responder “porquê???"

Para a realização de planos grandiosos foi necessária uma reforma fiscal. Que seja com muito custo, mas a mesma passou e na ordem do dia surgiu um novo problema. Como obrigar a comprar as próprias dívidas? Em condições do dólar que cai no abismo, taxas de obrigações medíocres e altos custos de cobertura, atrair aos não residentes é muito difícil. Afinal o olhar do Washington estava nas suas. Como se diz, durante tanto tempo ele não teve uma mulher que começou a olhar para a sua esposa. A solução correta foi aumentar artificialmente a rentabilidade das obrigações. 

Sinceramente, não foi necessário fazer nada de especial. No seu tempo, o SRF realizou o programa “twist”, vendendo obrigações de curto prazo e comprando as de longo prazo. Porque as taxas são o indicador oposto em relação ao preço, as mesmas cresciam em obrigações de 2 anos e diminuíram nas de 10 anos. Em resultado, a curva de rentabilidade chegou muito perto à crítica referência zero, atrás da qual, como mostra a história, há uma recessão. Por que não mostrar agora decência e responsabilidade e não devolver tudo a um estado normal?  No entanto, é muito difícil viver quando em você habitam a decência e responsabilidade com a aspiração à perversão e álcool. 

O anti-twist em realidade levou ao crescimento de taxas de obrigações de 10 anos até 3% e pescou dinheiro de bolsos dos outros. Os resultados do leilão para a colocação de obrigações de dívida de 7 anos impressionaram: Washington recebeu $29 mil de milhões, a demanda aumentou de 2,35 do volume de emissões em março até 2,56, a taxa real constitui 1,35%, com a taxa média de 0,56%. Os Estados Unidos resolvem os próprios problemas com facilidade, embora à conta do dólar que ressurgiu temporariamente das cinzas. Interessa-lhes pouco a opinião dos outros. Apenas a sua. “Os Estados Unidos antes de tudo!”. No entanto, é difícil esperar algo diferente, se essa pessoa encabeça o país. 

 

- Donald, você sempre ouve apenas aquilo o que quer?

- Hm...Vinho com queijo? Claro que sim!

 

O dólar dança Twist

O conteúdo deste artigo é exclusivamente a opinião particular do autor e pode não está coincidir com a posição oficial da LiteForex. Os materiais a publicar nesta página, são fornecidos exclusivamente com os fins informativos e não poderão ser considerados com um conselho sobre investimentos, nem como uma consulta para objetivos de Diretiva 2004/39/UE.

Tem as perguntas para o autor? Você poderá a fazê-las nos comentários .
Iniciar trading
Em redes sociais
Chat "ao vivo"
Deixar comentário